Novos rumos na maneira de produzir

A industria 4.0, uma “novidade” da qual muitos estão falando, na verdade já vem sendo anunciada a muito tempo. Muitos da minha época devem se recordar de cenas de filmes como “O Exterminador do futuro”, “Eu, Robô”, “O Homem Bicentenário”, entre outros. Cada um com sua temática e história em particular, mas com uma coisa em comum: a evolução da inteligencia artificial! Antes, pura ficção! Hoje, realidade (ainda parcial) no nosso dia a dia. O que, naquela época, “cidadãos comuns” tinham como uma realidade muito, muito distante, hoje se concretiza a cada passo que a humanidade avança, no sentido de alcançar a mente criativa dos produtores de cinema.

Revoluções Industriais

Desde o século XVIII o homem vem buscando novas formas de produzir (eu diria que até bem antes disso), seja por meio de inovações tecnológicas ou através da adequação e otimização de processos, a busca pela liderança de mercado e pelos diferencias competitivos, contribui significativamente com este processo. A cada Revolução Industrial que a humanidade passa, surgem novas tendências e tecnologias que prometem transformar a cadeia produtiva e o modo como vivemos. Todo esse ciclo evolutivo se tornou o grande pilar de nossa evolução. Estudiosos dizem que estamos vivendo a quarta revolução industrial, por isso lemos e ouvimos tanto sobre a Industria 4.0. Um termo que representa mais um grande salto no nosso avanço. Simbolizada pela presença de termos, equipamentos e tecnologias como: IoT, DRONE, Processos Autônomos, Softwares Inteligentes, Big Data, Impressoras 3D, entre outras tecnologias inovadoras, o Industria 4.0 está gerando novas tendências, novos nichos, novos profissionais e novas oportunidades.

O Destaque

Como sempre, em grandes momentos de “Virada de Chave”, os que vão sair na frente são aquelas empresas e profissionais que tiverem os olhos atentos às mudanças e estarão preparados para o novos perfis de mercado. Isso requer atitude inovadora e mente aberta para o que vem pela frente. Estudar, entender e saber aplicar o que as novas demandas vão exigir dos profissionais é um passo importante no início do processo. Volte alguns anos e veja quem sobreviveu aos grandes momentos de mudança! Lembra da Blockbuster? Se isso é muito novo pra você, dê um “Google” e conheça a história. O Próprio Google, que acabei de transformar em verbo! Pense na sua vida de estudos sem ele! Sabe a 3M? Aquela que faz fitas adesivas e outros produtos de uso cotidiano. Nasceu em Minnesota, EUA, fabricando abrasivos. Hoje produz produtos de quase todas as áreas que você pensar. Preparo e mente livre! Lembre-se disso.

Modelos de Gestão Com Sistemas Integrados

Antes, se falava muto em modelos de gestão concentrados em sistemas únicos, plataformas de softwares de poucos fabricantes. Existia até um termo chamado “Colcha de Retalhos”, de uma forma pejorativa, para exemplificar empresas que usavam diversos sistemas, um para cada coisa. Na minha visão, até poderia ser, se estes não se comunicavam de forma transparante. Hoje, com tantas novas tecnologias, a tal “Colcha” renasce, mas agora arquitetada para deixar de ser um agregado de “retalhos” e se tornar uma grande rede de dados e sistemas analíticos e preditivos, que darão subsídio e apoio na tomada das decisões mais importantes no cenário executivo e operacional de médias e grandes empresas. Neste contexto, até as pequenas empresas se beneficiam desses novos modelos, pois a mesma tecnologia usada para apoiar as grandes, pode se empregada de forma pulverizada, no modelo de SaaS, para atender aos mercados menores, como é o caso do PowerBI da Microsoft, por exemplo. Uma tecnologia altamente eficaz, simples, inovadora e ao alcance financeiro de qualquer porte de empresa. A integração de sistemas parece ser a melhor saída para se ter informações concisas e ao alcance dos executivos da empresa. A construção de dashboards – painéis de dados – facilita o acesso aos indicadores corporativos e pode ser o ponto central desse tipo de consulta.

Outra grande novidade que desponta na Industria 4.0 é a presença do IoT! Já parou pra pensar na quantidade de dados que estes dispositivos podem gerar? Sensores, míni computadores, câmeras, GPSs, acelerômetros e outros… Combine os dados de tudo isso, empregado no momento e lugar certo. As possibilidades são infinitas!

Concluindo….

A foto que ilustra este artigo e a introdução que fiz mencionando os filmes e a carga de ficção trazida com eles, foi para trazer o pensamento a uma temática que sempre esteve ai, presente nas nossas vidas, mas vista apenas como cenas empolgantes estampadas nas grandes telas. Robôs fabricando Robôs? Pois é, já existe! Quando a Tesla produz seus carros, são robôs na produção. Quando o Tesla Model S sai às ruas, é praticamente um Robô te levando ao seu destino!

Não acredito que vamos levar mais que 10 anos para combinar tudo que temos de tecnologia, em sistemas únicos, autônomos e inteligentes. A Industria 4.0 é uma junção de inteligencia artificial com máquinas em operação. De devices IoT emitindo dados altamente importantes, à máquinas agindo em função da interpretação desses dados.

Estudo, conhecimento e mente livre! Sucesso a todos.

Próximos Passos

Para maiores informações, entre em contato
[fa type=”phone-square”] 041 9 8834-7824
[fa type=”envelope”] danilo.mesquita@webfocco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *